Cabo Verde
banner

Circuitos

Circuito Ilhas dos Sentidos: onde os 5 sentidos se apaixonam pela morabeza do povo

Este circuito é uma experiência que envolve os visitantes na Morabeza dos cabo verdeanos. Neste circuito vai poder conhecer a cultura local, as paisagens, os sabores, os sons e as sensações que as ilhas têm para oferecer. O circuito das Ilhas dos Sentidos é acessível pelos voos domésticos interilhas.
No entanto, conhecer as ilhas a fundo é uma tarefa que deve ser realizada a pé e com ajuda de guias locais que são, no fundo, quem conhece cada recanto com a palma das suas mãos.

outras-atracoes-ilha-fogo-cabo-verde.jpg

Ilha de Santo Antão

Santo Antão é um ilha maravilhoso! Tem montanhas altos, vales verdejantes, e um povo que ta vive ku morabeza. Es ta cultiva grogue ki ta sabe bem, e ta faze artesania lindo. Kada bez ki bo ta visita Santo Antão, bo ta descoberi algu diferente

Majestosa poderá ser a melhor forma de definir a ilha de Santo Antão. Paisagens rochosas contrastam com vales verdejantes e, a isso, junta-se ainda a magnitude do azul do mar. Com alguns dos mais incríveis trilhos do mundo, é possível sentir a ilha a cada passo.

A ilha pede uma escapadela pelas Montanhas de Santo Antão, saborear uma lagosta, desfrutar de uma caminhada pelo Vale de Paul, acabando o dia com a sensação de perfeição, assistindo ao pôr-do-sol na Baía do Tarrafal.

Ilha de Santo Antão

Ilha de São Nicolau

Terra de crenças e lendas, de casas coloniais coloridas e um povo sorridente que sabe receber com o calor típico de quem acolhe com a alma. São Nicolau é cura, com as suas areias ricas em titânio e iodo. É aqui, nesta terra para sempre imortalizada por Cesária Évora, que se come o modjke de São Nicolau e se sente a força de um povo.

São Nicolau ê un ilha bunitu ku gentis amável. Tem paisagens impressionantes, praia d’areia pretu, e um rika tradição di festas populares. Além disso, em São Nicolau, o birdwatching é uma das grandes atrações, já que aqui estão registadas 72 espécies de pássaros, com destaque para Andorinhão-de-Cabo-Verde, o Pardal-de-Cabo-Verde e a Chota-de-caba.

Ilha de São Nicolau

Ilha de Fogo

Ola, bem-vindu na Fogo! Na Fogo, nôs ê na lugal belu ku kultur rika. Nôs ta spera ki bo visita sê ineskecível.
Sim, verdadeiramente uma ilha inesquecível e rica culturalmente.
Casa do único vulcão ativo de Cabo Verde, Fogo é uma terra árida, mas, ainda assim, fértil. Num toque de mágica, cultivam-se vinhas numa cratera vulcânica e obtém-se um vinho de sabor ímpar e de elevado teor alcoólico. Quem cá passa, deixa-se sempre encantar pela natureza que, pela sua força e vida própria, enche a ilha de encantos que derretem corações.

Na ilha de Fogo, o vulcão é rei, sendo os trilhos que levam ao seu topo uma das mais inacreditáveis rotas turísticas. A rusticidade da terra contrasta com a magnitude do vulcão e faz com que a imaginação voe alto e o coração bata mais rápido.

Ilha de Fogo

Ilha Brava

Brava, un pérola di nos archipélago, un ilha di beleza i morabeza.
Um dia, foi chamada de Ilha das Flores e, ainda hoje, quem a visita corre o risco de a escolher como casa do coração. Quem se perde na Brava, perde-se pelo queijo de cabra, pelas piscinas naturais de águas tépidas e tranquilas que contrastam com a agressividade prometida pelo Atlântico, pelas flores e pelas pessoas que têm o calor de África no sorriso.

Os percursos pedestres na ilha levam os caminhantes a inúmeros miradouros que fazem com que qualquer se arrebate com a beleza da paragem. Um mergulho nas piscinas naturais de Fajã de Água é uma boa ideia, assim como a degustação do queijo de cabra.

Fonte A Semana

Ilha Brava

Ilha da Boa Vista

Bem-vindu na Boa Vista, un ilha di dunas branku i praias paradizíacas. Nôs ta spera ki bo desfruta di nôs beleza natural i morabeza cabo-verdiana.
Repositório de cultura Crioula, repleta de histórias de piratas e tradições que remontam a tempos idos, Boa Vista é terra de abundância marinha e terrestre. Uma verdadeira pérola do atlântico, em estado puro.

Boa Vista é um cartão de visita para tudo aquilo que Cabo Verde tem para oferecer. Tem mar, praias magníficas e uma temperatura sempre amena. A ilha é um arco-íris de cor, e é o local ideal para experiências a dois porque, em cada canto, vive-se romance.

Ilha da Boa Vista

Ilha do Sal

Terra quente e seca, Sal cheira a mar e sol. Na pele, impregna-se o mineral que dá nome à ilha e na alma fica a certeza de que este é um destino de sonho. Na Ilha do Sal há também lugar a experiências que só aqui acontecem.

Na Ilha de Sal, uma das ilhas mais turísticas de todo o arquipélago, observam-se tubarões na Baía das Pardas, passeia-se pelo cemitério das Conchas na praia com o mesmo nome e degusta-se barrigas de atum e marisco de altíssima qualidade.

Sal, un ilha ku morabeza di nôs gentis, undi sorrisu i alegria ê ta brilha.
Nôs ta spera ki bo tene un sta agradável.

Ilha do Sal

Ilha do Maio

Bem-vindu na Maio, un ilha úniku
Longe da azáfama do turismo, Maio é pura. Maio sabe acolher como poucas e traz para a ribalta um verdadeiro paraíso por descobrir. Paz, natureza e experiências únicas são sinónimo de Maio.

Maio é natureza em estado puro. Os barcos de pesca são uma verdadeira atração turística. Em especial durante os meses mais quentes de abril a setembro, para pesca oceânica de espécies como atum, serra e dourada, assim como garoupa, pargo e barracuda. Neste período, as águas estão mais quentes e os peixes tendem a estar mais ativos.

Mas nada se compara à desova e nascimento das tartarugas marinhas entre os meses de julho e agosto. Ao pôr do sol, estas magníficas criaturas emergem das profundezas do oceano, guiadas por instinto. Silenciosamente, dirigem-se às praias arenosas, onde cavam cuidadosamente ninhos e depositam os seus preciosos ovos. Este fenómeno natural extraordinário é protegido através de esforços de conservação e turismo responsável, permitindo assim que os visitantes testemunhem este evento inesquecível, preservando o delicado ecossistema. O regresso das tartarugas ao mar, a missão cumprida, deixa uma impressão duradoura naqueles que têm a sorte de o testemunhar.

Ilha do Maio

Ilha de São Vicente

Sêde di múzika, lar di morna i bérçu di Cesária Évora! - Capital da Música, casa da Morna e berço de Cesária Évora.
São Vicente é uma cidade cosmopolita. No Mindelo há muito para fazer, desde logo, mergulhar nas águas da praia da Laginha e contemplar as vistas deslumbrantes do Monte Verde.

A essência da cidade reside na sua cultura, que se pode sentir numa visita ao Mercado Municipal e ao Centro Cultural do Mindelo.
No Mercado Municipal, encontramos uma variedade de sabores e cheiros locais e até mesmo artesanato tradicional, mergulhando assim na vida quotidiana desta ilha. Já no Centro Cultural do Mindelo, desfrutamos de apresentações musicais, exposições de arte e eventos culturais, vivenciando as ricas tradições musicais e artísticas de São Vicente. Ambos os locais oferecem uma experiência autêntica que reflete a vibrante e diversificada cultura da ilha.

Não esquecer também, os sons e os cheiros que se sentem em cada recanto. Os sons da Morna são conhecidos pelas suas melodias melancólicas e letras poéticas, que abraçam temas como amor e saudade. Coladeira, Funaná e Batuque são outros estilos musicais que preenchem o ritmo da Ilha. Já os cheiros da ilha sabem a cachupa cabo-verdiana, um prato rico em sabores, preparado com feijão, milho, diferentes tipos de carne, considerado reconfortante e nutritivo.

Ilha de São Vicente

Ilha de Santiago

Em Santiago respira-se história. Contam-se memórias de tempos idos, vive-se a cultura tipicamente africana e sente-se o peso da maior Ilha do arquipélago. Na cidade da Praia, capital de Cabo Verde, há uma forte presença africana com influência mediterrânica.

A ilha de Santiago alberga a mais verdadeira essência Africana e é casa de Tarrafal, Cidade Velha e Praia.
Na Cidade da Praia, marisku i múzika ê rei i nôs gentis ta recebi tudu na braçu abertu - o marisco e a música são reis e recebem todos de braços abertos.

Mas há muito para ver, como o Palácio Real e a Catedral, os bairros de Chã d’Areia e Achada de Santo António. Visite a Avenida Cidade de Lisboa para lojas e restaurantes. Explore o Mercado de Sucupira para produtos locais. Descubra a história no Museu da Resistência. Relaxe na Praia de Gamboa. Não perca o charme do Plateau e a Fortaleza de São Filipe. Vivencie a influência brasileira no Centro Cultural Brasil-Cabo Verde.

Ilha de Santiago
explore

Explore cabo verde

Sol e praia, trilhos de montanha, paisagens de uma natureza que tão facilmente brota por todo o lado e uma riqueza de costumes e tradições que não se traduz em preço algum: Cabo Verde é um paraíso que descansa à beira-mar.

Com a morabeza das gentes e a magia que só se encontra em Ilhas de sol e mar, este país-arquipélago é um universo de experiências a descobrir.

Os sabores, os cheiros e as cores entranham-se nas memórias e aqui sente-se na pele o morno da brisa e o doce da vida.

PLANEAR A VIAGEM

Conhecer um novo país é sinónimo de aventuras. Uma cultura diferente, com leis próprias, costumes, gostos e peculiaridades distintas de qualquer outra parte do mundo.

Ao preparar a viagem com antecedência pode poupar alguns desafios.

Concentramos aqui as principais dúvidas dos viajantes e algumas dicas para que conheça o país sem sobressaltos.

COVID-19
COVID-19

COVID-19

Visto e Imigração
Visto e Imigração

Visto e Imigração

Moeda e Custos
Moeda e Custos

Moeda e Custos

Voos e Aeroportos
Voos e Aeroportos

Voos e Aeroportos

Cuidados de Saúde
Cuidados de Saúde

Cuidados de Saúde

Perguntas Frequentes
Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes

newsletter

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e descubra experiências e eventos surpreendentes